12/03/2012

08/03/2012

chemins clairs

Deixei algumas coisas e também algumas pessoas pra trás, coisas ou pessoas que me pesavam, cargas, e não me arrependo, porque a partir do momento em que a coisa ou pessoa passa a fazer mais mal do que bem, é porque isso não acresce em nada, e quando não nos acresce nós sabemos, não dá pra ficar levando assim... Empurrando com a barriga, deixando pra depois, afinal, uma hora todo mundo cansa, uma hora em alguma altura da vida, a bomba estoura, eaí quem vai acabar mais estraçalhado nessa história, somos nós mesmos. Ser forte, e até consciente para saber dizer sim, na hora de dizer sim. E duas vezes mais forte e duas vezes mais consciente para sabermos dizer não, na hora de dizer não, ou pôr um fim. Fins são fins, e quando chega ao FIM, é fim. Fraqueza voltar atrás depois, fraqueza e perda de tempo, vida é tempo, e o nosso tempo, acreditem, é curto. Chega de figurinha repetida, as pessoas merecem segundas chances, as pessoas merecem até terceiras chances, só que tem gente que não aprende nunca que nem MIL desculpas justificam o erro depois que UMA atitude já ferrou com tudo.
Dessa vez será diferente, já que tudo mudou em mim.
Não se prenda a minha ausência física,
ainda pensarei muito em você!
 Boa noite, te vejo aqui dentro de mim, meu menino, sempre.

02/03/2012

entre você e eu

Eu nunca sei como começar a escrever sobre isso, eu nunca sei como começar a me decifrar em palavras. E eu andei criando especulações de como você me tornou um ser ainda mais confuso do que eu era antes. O meu "eu" se misturou ao seu, sem sequer me pedir permissão e ai, nessa bagunça toda, eu não sei mais em que lugar eu me encontro.
Toda vez que você tenta se achar, me procura.
E ai quando eu olho para dentro de mim, eu só vejo você.
Entã me vem uma vontade de te colocar pra fora de mim, te abandonar em um lugar bem escuro, frio e solitário. E sabe o pior? Eu penso tudo isso enquanto estou deitada do seu lado na cama, fazendo carinho nas suas costas e pedindo baixinho pro tempo não passar, porque eu amo estar com você.
COMPLICADO NOSSO JEITO DE AMAR, COMPLICADO ESSE NEGÓCIO DE AMOR!
Talvez, não seja nada disso, pode ser... Quem é que garante?
Desde sempre eu  nunca soube distinguir ao certo quando isso começou, parece que nasceu comigo e eu me esforço muito, mas, não consigo me lembrar dos dias anteriores a você, é como um passado muito distante, um sonho, um pressagio... Algo que eu tenha observado, mas, não vivido, mesmo sendo a minha própria existencia, eu vivi MESMO depois de ter te conhecido. Disso eu tenho certeza!
O melhor seria começar a falar de você, é. Quando eu penso, aaa, quando eu penso em você... me deparo com um milhão de ideias soltas, todas elas misturadas a sentimentos que eu não sei o nome, muito carinho, uma colher de amor e uma pitada de liberdade.
Você tem um gosto tão docinho, por isso que eu só te quero as vezes, pelo menos por enquanto.
Eu já te expliquei que agora eu não posso fazer muito por nós, mas, eu faria tudo por você! Eu sei que isso te machuca, mas, você vai entender que quando chegar a hora todo o resto dos problemas somem, confia em mim...